2 on 2

2 on 2 (Abril 2017)

17:22

Desculpe-me pelo atraso... Minhas fotos esse mês são bem simples, bom! Todos os meses elas estão sedo simples, rsrs... Não quero que me achem preguiçosa,(*/∇\*)(cof, cof, porém, eu sou preguiçosa) ou que estou fazendo o projeto só por fazer, não é isso. Minha vida anda muito corrida por isso optei por fazer fotos do meu cotidiano e, como anda chovendo muito, nada melhor que fotos de chuva. Estou amando esse clima e aproveitando bastante, já que chuva por aqui é quase uma coisa rara... (*・艸・)
Agora vamos ver as fotos da Morgânia?
キス love Faby. ~(‘▽^人)

Food

Apenas Ramen (ラーメン)

16:08

Um dia vou para o Japão e, a primeira coisa que vou fazer quando chegar lá é comer um delicioso ramen  em Yokohama, só depois que eu vou para Tokyo. ~(‘▽^人) Lembro bem dá primeira vez que vi um ramen, foi no tokusatsu (live action, seriado) Patrine, quem aí lembra da Estrela Fascinante Patrine? ヾ( ^.^ )~ Eu sou fã demais! foi esse tokusatsu que me fez amar o Japão e sua cultura.
Ramen (Lámen) é composto de macarrão de trigo de estilo chinês servido em um caldo de carne ou (ocasionalmente) à base de peixe, muitas vezes aromatizado com molho de soja ou missô, e usa lombo de porco em fatias (charsiu), algas secas (nori), brotos de bambu (menma), cebolinha verde (negi). Quase todas as regiões no Japão têm sua própria variação de ramen, do tonkotsu (caldo de osso de porco), ramen de Kyushu para o missô ramen de Hokkaido.

História Do Ramen: ~旦_(゚◇゚;)ノ゙
A origem do ramen não é clara. Algumas fontes dizem que é de origem chinesa. Outras fontes dizem que foi inventado no Japão no início do século XX. O nome ramen é a pronúncia japonesa do lamiano chinês. Até os anos 1950, ramen era chamado shina soba (literalmente "soba chinês"), mas hoje chūka soba (também significa "soba chinês") ou apenas Ramen são mais comuns, como a palavra "shina" (shina, que significa "China") adquiriu uma conotação pejorativa.

Em 1900, os restaurantes que servem culinária chinesa de Cantão e Xangai ofereciam um prato simples de ramen de macarrão (cortado em vez de puxado à mão), algumas coberturas e um caldo aromatizado com sal e ossos de porco. Muitos chineses que vivem no Japão também puxaram bancas de comida portátil, vendendo ramen e gyōza bolinhos para os trabalhadores. Em meados do século XX, essas barracas usavam um tipo de chifre musical chamado charumera para anunciar sua presença, prática que alguns vendedores ainda mantêm por meio de um alto-falante e uma gravação em loop. Pelo período adiantado de Shōwa, o ramen tinha-se tornado um prato popular ao comer do lado de fora.

De acordo com o especialista em ramen o Hiroshi Osaki, a primeira loja de ramen especializada abriu em Yokohama em 1910. (Por esse motivo é que eu vou primeiro para Yokohama). 

Depois da Segunda Guerra Mundial, a farinha barata importada dos Estados Unidos varreu o mercado japonês. Ao mesmo tempo, milhões de soldados japoneses haviam retornado da China e do leste asiático continental de seus postos na Segunda Guerra Sino-Japonesa. Muitos desses repatriados se familiarizaram com a culinária chinesa e, posteriormente, montaram restaurantes chineses em todo o Japão. Comer ramen, embora popular, ainda era uma ocasião especial que exigia sair.

Em 1958, o macarrão instantâneo foi inventado pelo Momofuku Ando (RIP 5 de janeiro de 2007), o fundador taiwanês-japonês e presidente da Nissin Foods (que eu amo ~(‘▽^人), agora dirigido por seu filho Koki Ando. Nomeado o maior invento japonês do século XX em uma pesquisa japonesa, o ramen instantâneo permitiu que qualquer pessoa fizesse uma aproximação a este prato simplesmente adicionando água fervente. (Obrigada Momofuku eu te amo por isso). 

Começando na década de 1980, ramen tornou-se um ícone cultural japonês e foi estudado em todo o mundo a partir de muitas perspectivas. Ao mesmo tempo, variedades locais de ramen estavam atingindo o mercado nacional e podiam até ser encomendadas por seus nomes regionais. Um museu de ramen abriu em Yokohama em 1994.

Shin-Yokohama Raumen Museum
O Shin-Yokohama Raumen Museum é um parque de diversões de ramen localizado no distrito de Shin-Yokohama de Kōhoku-ku, Yokohama, no Japão. É  um museu único sobre ramen.
O museu/parque é dedicado ao ramen japonês e apresenta uma grande recriação de Tóquio no ano de 1958, o mesmo ano em que o macarrão instantâneo foi inventado. Dentro do museu estão ramos de famosos restaurantes ramen de Kyushu para Hokkaido. A lista inclui Ide Shoten, Shinasobaya, Keyaki, Ryushanhai, Hachiya, Fukuchan e Komurasaki. Em 2013, o museu adicionou o restaurante americano Ikemen Hollywood aos restaurantes do museu, e desde então decidiu fechar a filial em junho de 2014.
Junto com os restaurantes, há um bar em estilo antigo chamado 35 Knots, onde os visitantes podem fumar, e alguns outros lugares para comprar lanches tradicionais e alimentos. No nível do piso térreo, há uma loja de souvenirs que vende tigelas de ramen, utilitários de cozinha e pacotes instantâneos personalizáveis. O museu abriu em 6 de março de 1994.
Museum Cup Noodles
O Museu dos Cup Noodles se localiza em Yokohama em Minato Mirai e é bastante popular entre as crianças e famílias japonesas. O museu conta toda a história da Nissin e suas criações. O museu permite que os visitantes criem seus próprios cup noodles, escolher o tempero, ingredientes, etc. Deve ser incrível inventar seu próprio sabor, né? E tem mais, você pode fazer e levar pra casa, não é necessário consumir ele na hora.
A taxa de entrada é de 500 ienes (uns 14 reais) adulto com criança não paga, detalhe, você pode usar o bilhete da entrada durante o dia todo, assim, se você precisar sair por algum motivo, você pode sair e voltar depois, basta mostra o bilhete que comprou, não é o máximo? Para criar seu próprio cup noodles você paga 300 ienes (uns 8 reais), o museu possui um restaurante no piso superior, você pode saborear diferentes noodles de diversos países. ~旦_(゚◇゚;)ノ゙
Filmes:
Os Brutos Também Comem (Tampopo)
Um filme que vai te deixar apaixonado(a) pela culinária japonesa! Duvido se vocês não correrem pra cozinha depois de ver o filme e, não tentar fazer algo parecido com as receitas que vocês vão ver no filme. Recomendo fazer um saboroso miojo com queijo e verduras, rsrs...
Tampopo é um filme de comédia japonês de 1985 dirigido por Juzo Itami, protagonizado por Tsutomu Yamazaki, Nobuko Miyamoto e Ken Watanabe

O filme mostra a busca da receita perfeita do ramen, cartão de visita do restaurante de Tampopo (Nobuko Miyamoto). Junto com seu entregador de leite Goro (Tsutomu Yamazaki), Tampopo vai a busca da receita perfeita e passa em vários restaurantes, pesquisando, investigando e descobrindo os segredos. Enquanto isso, o filme desenvolve uma série de outras pequenas narrativas paralelas que mostram a importância da comida na cultura e sociedade japonesas. 

O Sabor de uma Paixão (The Ramen Girl)
Super recomendo esse filme! Já assisti tantas vezes que já decorei as falas, rsrs... Um filme que te faz rir, chorar, sonhar e não desistir dos sonhos, por mais impossíveis que eles sejam. Toda vez assisto o filme, eu fico um pouco triste, é difícil acreditar que já se passaram 8 anos da morte de Brittany MurphyR.I.P. Nossa eterna ruivinha Tai de: As Patricinhas de Beverly Hills (Clueless).
Em uma noite chuvosa, sentindo-se sozinha e perdida em seu apartamento em Tóquio, Abby se viu atraída por um restaurante de ramen próximo ao seu apartamento, com relutância o mestre Maezumi (Toshiyuki Nishida) serve uma taça quente de ramen para Abbyo mestre Maezumi está de luto pela perda de seu filho para à culinária francesa e sua própria falta de sucessor. Quando Abby insiste em aprender e, se tornar uma mestre de ramen, Maezumi concorda relutantemente em treiná-la. A história é focada no aprendizado de Abby, sua barreira linguística jamais resolvida, e o choque entre o estilo de ensino de Maezumi e o estilo de aprendizagem de Abby, com um enredo secundário envolvendo a rivalidade entre Maezumi e outro mestre de restaurante de ramen. Culmina com o reconhecimento não oficial da receita pessoal de Abby "Deusa Ramen" pelo grandmaster de ramen e sua sucessão a Maezumi com seu novo restaurante: Ramen De Nova York~旦_(゚◇゚;)ノ゙

Mini-Documentário
Agora que vocês já sabem como minha paixão pelo ramen nasceu e a sua história, fiquem com esse mini-documentário que se passa no restaurante do Chef Kunimoto. Venha nos bastidores e saiba como é ser dono de um restaurante de ramen no Japão. 

E enquanto eu não como um verdadeiro, eu vou de miojo mesmo, hashashas... eu sempre faço os meus com alguma coisa e finjo que tô comendo um ramen de verdade (custa na nada e é de graça hashas), podem me zoar. Eu cresci comendo e provavelmente você também! Há quem não goste, mas eu amo! Vou ali fazer um miojo, rsrs...

E é com essa frase do querido Momofuku que eu termino esse post. "A paz está garantida quando não se está com fome". ❤  
キス love Faby. ~(‘▽^人)

Como foi meu mês

Como foi meu mês (Fevereiro 2017)

11:00

Muitas coisas aconteceram, então vamos lá! Não, não aconteceram tantas coisas assim, rs... Ok! Sou um pouco exagerada? Talvez, então relevem. Obrigada, de nada. Muita chuva na terra do fogo, ops! Do sol, rs... com direito a gostas de chuva no para-brisa, nuvens alienígenas e uma linda vista do mar, eu poderia ter passado o dia admirando essa paisagem, mas o trabalho me esperava. Já pode chover mais por favor! Estou amando esse clima frio e tudo fica mais fotogênico. É por isso que eu gosto da chuva, ela traz o cheiro do céu. 
Logo no comecinho de fevereiro botei na cabeça que que queria trocar de celular, queria trocar o meu iPhone 5c, pelo 6s, não tenho frescura com celular, pra mim basta ter uma câmera boa, é tanto que eu tinha um 5c de 8gb, ele já não tinha mais espaço para atualizações e eu já estava irritada com isso, faz muito tempo que uso iPhone e, na verdade nunca usei android, então pra mim era muito melhor comprar o 6s, porém! Quando eu estava pesquisando por android, mais especificamente os da Samsung, gente do céu! Quando eu vi o J7 prime, foi amor a primeira vista! então pesquisei tudo sobre android e o J7P. Só que as coisas nunca acontecem como a gente quer, tive uns probleminhas com a minha grande duvida de mudar ou não de sistema, foi difícil, mas finalmente me libertei! COMPREI MEU J7P e, estou amando! Foi a melhor troca que eu fiz! Vai ser muito difícil eu voltar para iOs, porém, nunca se sabe, né? Hashashas...
Fui no Mercadinho Japonês e comprei uns snacks, o famoso biscoitinho do coala, cookie sembei o biscoito mais delicia que já comi, já vou voltar lá e comprar outros sabores. Comprei nori (alga) sabor de camarão, almocei no restaurante  japonês que fica do lado do mercadinho, o Goya. Fiz arroz japonês e comi com nori, breve vou compartilhar essa receitinha com vocês, ficou uma delícia! Também comprei uma manta para sofá e, adivinha quem amou? Tirei uma foto aleatória dos meus pés, achei a grama tão verdinha e essas florzinhas amarelas ajudaram na composição.
E assim foi meu mês, troquei uma velha maçã mordida, por liberdade e qualidade! Nada contra o iPhone, porém a Samsung conquistou meu coração, bjs apple, até um dia quem sabe! Rs... Quase esqueci de citar a primeira foto que eu tirei com meu J7P, como vocês podem ver, gostas de chuva na janela sempre são muito fotogênicas. Concordam comigo?
Faby! E o carnaval? Bom como não curto essas festinhas, eu apenas fiquei em casa curtindo minha netflix que eu amo! ❤ Espero que tenham gostado, minha vida é simples, mas é assim que eu gosto. キス love Faby. ~(‘▽^人)