Músicas tristes, para dias tristes. ♪ (╥﹏╥)o


Uma segunda feira triste, não queria compartilhar coisas tristes, mas a vida é assim, triste e feliz.  (╯︵╰,) Quanto eu fico triste, coloco músicas mais tristes ainda pra ouvir e chorar (quem nunca?), funciona como um desabafo, já que eu não gosto de falar dos meus problemas com os amigos e nem familiares, sou muito na minha e sofro calada. Quem aí tá na bad como eu?  (╥﹏╥)o

キス love Faby. o(;△;)o~♪♪

Deixei de ser consumista/acumuladora. (#^.^#)


Nada melhor do que o desapego, pra quem está começando do zero, nossa! O desapego foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida! Estou 80% mais leve, ufa! Eu era do tipo que comprava compulsivamente qualquer coisa, guardava tudo, até papel de bombom, meu Deus gente! Eu tinha guardado um fio de cabelo do meu noivo de 2002, acredita? E não é só isso, eu tinha guardado também, uma pedra que entrou no buraquinho debaixo da minha melissa, do nosso primeiro encontro, alguém aí me diz que eu não estava só neste mundo? Por favor! 

Não foi fácil deixar de ser consumista/acumuladora, claro que não foi do dia pra noite, foi pondo em prática, dia após dia... Claro, tive uma pequena ajuda de duas amigas, Becky e Cher, que provavelmente vocês conhecem, ah, quem nunca fingiu ser amiga de um personagem de filme, que atire a primeira pedra! Haha... Parece meio impossível/contraditório que personagens de filmes que são consumistas de carteirinha, vá ajudar alguém, a deixar de ser consumista não é? Mas por incrível que pareça, ajuda sim! Bom, comigo deu super certo. 
Becky Bloom me representa há alguns meses atras...(⌒_⌒;)


Becky do filme: Confessions of a Shopaholic (Os Delírios de Consumo de Becky Bloom ). Becky é o tipo de consumista, que eu era, não pode ver nada que quer comprar, mesmo que amanhã nem lembre que comprou... Becky perde o emprego e se ver cheia de dividas, é perseguida pelo o cara da cobrança do cartão de credito, ou seja! A vida da Becky tá desmoronando. E foi por esse motivo, que eu refleti muito sobre o meu consumismo e resolvi mudar, não queria chegar nesse ponto de me ver cheia de dividas e o mundo caindo na minha cabeça por causa disso. Obrigada amiga Becky, você me ajudou muito.
Eu te entendo Becky, é difícil desapegar das coisas que "amamos".


Eu sei Cher, é difícil achar alguma no meio de tanta bagunça!  Já passei por isso.

Basicamente, eu fiz uma lista de tudo que não usava mais, como roupas, sapatos, acessórios, maquiagens, móveis, eletrodomésticos, tudo! Mais tudo mesmo que estava acumulando na minha vida e que só servia pra acumular poeira e mofar. 

Depois separei tudo que não precisa mais e vendi, doe muitas coisas também, sempre é bom doar, ainda mais quando as doações vão para pessoas que realmente estavam precisando. Isso eu aprendi com ela, a Cher do filme: Clueless (As Patricinhas de Beverly Hills). Cher é uma adolescente popular e só usa roupas de grife, gosta de ajudar as pessoas e quase sempre essa ajuda tem algum interesse por tras, porem ela tem um lado que poucos conhecem, mesmo tendo interesse da parte dela, ela realmente gosta de ajudar e fica feliz com isso, chega uma hora que Cher é bastante criticada pelos os amigos e começa a refletir sobre sua vida e resolve mudar e fazer as coisas sem ganhar nada em troca, como tomar a frente da campanha de doações do GreenPeace que sua professora, Sr. Geist está organizando. E assim Cher me inspirou a doar coisas que eu não precisava mais.


Hoje faz quatro meses que deixei de ser consumista/acumuladora e não vou dizer que é fácil seguir um estilo de vida assim, mais "minimalista", tem dias que dá uma vontade de sair comprando tudo! mas vontade dá e passa, graças a Deus! Hahshas.... 

Claro que sempre podemos fazer umas comprinhas, não é Cher? Rsrs...

Aproveitem pra assistir os filmes também, quem sabe Becky e Cher ajudem vocês também. 
キス love Faby. (-▽⌒)o 

K-Dramas #1 (人´∀`*)♡


Difícil escolher! Mas vamos lá! Em 2005 eu fiquei viciada em doramas, em especial nos k-dramas (drama coreano), e olha que o Japão é meu país queridinho do coração, mas os k-dramas são os melhores, na minha humilde opinião é claro. Nessa época ninguém sabia o que era doramas, k-Pop e nem nada dessas coisas relacionadas à Coreia, nem eu sabia! Não era tão popular como hoje, talvez muitos que passar por aqui, também não vá saber, por isso vou explicar o que são doramas.

Dorama é um tipo de série oriental (Novela), seja J-Drama (drama Japonês), K-Drama (drama Coreano), TW-Drama (drama Taiwanês), C-Drama (drama Chinês) e até mesmo os Live-Action (filmes com pessoas reais quando um mangá ou anime faz muito sucesso). Também muito conhecidos dentro do YouTube, sabe aqueles vídeos tipo MV que os fãs fazem e colocam músicas de cantores Orientais? Pois é, são cenas de doramas.

Attic Cat. Clique no link para assistir: (옥탑방 고양이) 2003
O primeiro dorama a gente nunca esquece! Ou quase nunca esquece, rsrs... Attic Cat foi meu primeiro dorama e como faz tempo que assisti, eu não lembro direito, afinal já faz 11 anos que assisti e eu nem lembro o que eu comi ontem, imagina de um dorama que eu assisti sem legenda e há 11 anos atras, rsrs... O pouco que eu me lembro é que Jung Eun e Kyung Min, brigam muito, mas eles se amam, só que os dois são muito orgulhos pra assumir isso, tem muitas cenas hilárias dos dois, garanto pra vocês, que não vão se arrepender de assistir. Vou até assistir de novo, pra poder refrescar a memória.
   
Sinopse:
Kyung Min é um órfão que foi criado por seus avós. Seus pais morreram em um acidente. Seus avós o ama muito. Especialmente sua avó que aprova tudo que ele faz. Como resultado, é um mimado e imaturo. É um estudante de direito, vive sozinho em um apartamento e vive do dinheiro do seus avós ricos. 

Jung Eun vem de uma família humilde e muito pobre. Eun Jung é conhecida por não ser muito brilhante e sempre vai mal nas entrevistas de emprego. Como resultado, é difícil encontrar um emprego. No entanto, ela continua otimista sobre seu futuro.

Kyung Min e Jung Eun se conhecem e por vários motivos, estes dois acabam vivendo juntos. E eles começam uma amizade que, com o tempo, se transformar em amor.

Nem sei se eu deveria citar isso aqui, mas tenho que fazer, de alguma forma vocês vão saber. Uma coisa triste sobre a atriz protagonista Jeong Da-bin (Jung Eun). Foi encontrada morta no dia 10/02/2007aos 26 anos de idade na casa do namorado, cometeu suicídio por enforcamento. (╯︵╰,)

Embora ela não tenha deixando nenhuma carta de suicídio, Jeong havia postado seus pensamentos em seu blog pessoal no Cyworld (uma plataforma de blogs/site sul-coreano) um dia antes de se matar. Com o título "The End" (ou "Concluído"), ela escreveu: 

Tudo é tão complicado. Eu fico com raiva sem nenhuma razão e eu sinto que estou ficando louca. Dói tanto que eu sinto que estou ficando enjoada. Minha cabeça dói tanto que eu começo a rasgar. Eu estava me tornando escrava do meu temperamento. Eu pensei que eu estava me perdendo, perdendo minha identidade. Então, como se um raio tivesse me atingido, tudo ficou quieto. O Senhor veio a mim com amor. Ele me fez perceber minha importância e me deu coragem. Eu estava prestes a entrar em colapso, e ele me levantou, dizendo que vai ficar tudo bem. Sim, vou ficar bem.

Talvez depois de ler, vocês assistam o dorama lembrando que ela morreu,  é, é triste eu sei, em 2005 quando assisti, ela estava viva e trabalhando no K-Drama Typhoon in that Summer. Quando soube da notícia de sua morte eu fiquei triste e sem acreditar, como pode uma atriz tão talentosa morrer de maneira tão trágica como o suicídio? R.I.P  Jeong Da-bin.  (╥﹏╥)o
Espero que vocês gostem e que esse seja o primeiro dorama de alguém também! 
キス love Faby. (-▽⌒)o